Categoria: manifestações

Rap é a música de protesto da nova geração

MARIANNE TAMBELINI | LARA OLIVEIRA SANTOS  | GIOVANNA HUEB | DORA BESSA GIGLIO »»»No dia 10 de abril de 1964, o Brasil entrou em um de seus períodos mais sombrios. Foi implantada a ditadura militar, marcada por violações dos direitos humanos e pelo aumento da repressão. Como forma de burlar essas restrições, surgiram célebres canções de protesto, assinadas […]

Crise de representação será duradoura, avalia FHC

»»» A crise de representatividade não só existe como deve perdurar por anos, e os governantes terão de se adaptar a essa nova realidade. A opinião é de um dos intelectuais mais influentes do país, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que em entrevista à Plural analisa as manifestações que eclodiram no país desde junho deste ano.

Black Blocs causam quebra-quebra e dividem opiniões

Acompanhamos a manifestação do dia 7 de Setembro e tentamos conhecer de perto quem são os Black Blocks. O movimento ficou conhecido pela tática de confronto que usa enfrentando a polícia nas ruas e por usarem máscaras e cobrirem o rosto. A reportagem é de Clésio Oliveira.  

Manifestantes rechaçam presença de partidos políticos em protestos

PEDRO NEVES | RENATO BONFIM »»»Gritos de ordem e ações contra partidos políticos foram comuns durante manifestações desde junho. O mote “sem partido” foi dito em diversos momentos pelos que protestavam enquanto as legendas políticas tentavam participar das reivindicações nas ruas do país. Para o sociólogo e professor da Fundação Getulio Vargas João Marcelo Ehlert, a […]

A regra do jogo: veja como funciona o sistema eleitoral brasileiro

»»» O sistema eleitoral brasileiro se divide em duas vertentes: as eleições majoritárias e as proporcionais. Na forma majoritária, são eleitas as autoridades do Poder Executivo: presidente da República, governador e prefeito. Vale o mesmo para o cargo de senador, do Poder Legislativo.

Editorial: A hora de ouvir as ruas

O papel do jornalismo, tal qual entendido pela equipe desta revista, é o de ir às ruas e captar a pulsação do tecido social, ressignificando-a em imagens e palavras. Problematizar o mundo em que vivemos, estourar bolhas, colocar pessoas em contato com pessoas – o que só se faz gastando sola de sapato. Em tempos de crise inclusive no jornalismo, eis o nosso protesto.