Categoria: Perfis

“Vou aproveitar a chance’”, diz voluntária da ONG Teto

Na última sexta-feira, 22 de maio, a coleta anual do Projeto Teto teve a participação especial de alunos da ESPM-SP e da bateria da faculdade. Fernanda Rocha tomou iniciativa de se unir ao evento sem obrigação, mas com compromisso, e passou a tarde ensolarada abordando desconhecidos sem tirar o sorriso do rosto. A estudante do […]

Conheça Neide, o “cupido” do bar Terraço Major

  Há dois anos e meio, Maria Ivoneide Ferreira trabalha no Terraço Major, no cruzamento entre as ruas Major Maragliano e Doutor Álvaro Alvim. Nesse tempo, serviu de confidente para muita gente que passou por lá e garante: são as meninas que compartilham mais histórias. Conhecida pelos frequentadores do Terraço Major como Neide, a moça […]

Redação do Vila Mariana elege a mãe mais legal do curso de Jornalismo

Hoje é 10 de maio, segundo domingo do mês, momento de celebrar o Dia das Mães. Famílias de todo o Brasil vão festejar e no bairro da Vila Mariana não será diferente. Para homenagear as várias mães do bairro, Vila Mariana conta a história de uma delas, Regina Mendes, mãe de Marina Bianchi, aluna de […]

Aluna pondera sobre vazamento de informações sigilosas

Dia 15 de março, o Colégio Bandeirantes divulgou acidentalmente informações sigilosas sobre seus alunos. O vazamento foi consequência de falhas técnicas no site da instituição, que está em reforma. O problema foi resolvido dois dias depois do incidente, mas continua a gerar repercussões. Após o ocorrido, a aluna O.Z., que prefere não se identificar, contou […]

“Foi preciso perder para ganhar”, diz artista de rua

Nas ruas cheias carros, pessoas trotam pelas calçadas e faixas de pedestres (ou até fora delas). Inserido nesse movimento frenético, no curto período em que o semáforo fecha, há alguém que mostra sua arte. Em frente aos automóveis parados, Luiz Claudio Oliveira da Silva usa o asfalto como palco.

“Herdei a atividade do meu pai”, relata pipoqueiro da Vila Mariana

Mesmo com a eclosão e sucesso das chamadas “pipocas gourmet”, assim chamadas por serem mais sofisticadas e com diferentes sabores, as tradicionais, vendidas na rua, ainda têm seu espaço no mercado. Na saída da escola, faculdade ou trabalho, nem todo mundo resiste à boa e velha pipoca feita na hora.