Semana de Jornalismo discute investigação

SEMANA
Rodrigo Vianna, da TV Record. Foto: Pricilla Kury Comazzetto

 

Alunos, docentes e profissionais voltaram a se reunir nesta terça (9), na ESPM-SP, para o segundo dia da Semana de Jornalismo da instituição. Organizado pelo Centro Acadêmico 4 de Dezembro (CA4D) em parceria com a Rede Record, o evento trouxe os jornalistas Adriana Araújo, Luiz Carlos Azenha e Rodrigo Viana, da mesma emissora, para uma rodada de palestras no auditório Philip Kotler.

Os convidados falaram sobre o mercado de comunicação do Brasil e no exterior, as mudanças tecnológicas e novas plataformas de comunicação e o espírito investigativo do trabalho de reportagem.

“O relato do repórter é o mais rico, pois ele viveu o momento, a notícia”. Essa é a posição de Adriana, que participou da cobertura do caso dos mineiros que ficaram soterrados por 69 dias no Chile, em 2010.

Luiz Carlos Azenha falou sobre o caso do ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Ricardo Teixeira, que ficou no cargo até dia 12 de março de 2012 e teve seu nome envolvido em escândalos de propina. Uma reportagem de autoria de Azenha acabou ajudando nas investigações ligadas a Teixeira. “Creio que a renúncia do ex-presidente teve relação direta com as matérias que investigaram o caso”, disse.

Já Rodrigo Viana respondeu a perguntas dos alunos, abordando temas como a vinculação entre interesses comerciais e o trabalho jornalístico. “Na televisão, principalmente, a gente é um pedaço de um grande negócio, que é o negócio da comunicação”, afirmou.

Pricilla Kury Comazzetto (2° semestre)

SEMANA
Rodrigo Vianna, Adriana Araújo, Luiz Carlos Azenha, da Rede Record. Foto: Pricilla Kury Comazzetto

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.