Pelo Mundo ESPM – Copa do Mundo na Rússia – Arábia Saudita

Especiais

Erivam Oliveira

Pelo Mundo ESPM te leva à Copa da Rússia, com um especial sobre as 32 duas seleções que irão disputar a taça mais cobiçada do mundo. Conheça um pouco desse trabalho no foto-áudio reportagem feito por Guilherme Santiago e orientado pelo Prof. Erivam de Oliveira sobre a Arábia Saudita.

A Arábia Saudita, país que participa pela quinta vez da Copa do Mundo, tendo feito sua primeira participação em 1994 e derrotando a Bélgica na primeira fase antes de ser eliminado pela Suécia na fase seguinte.

A Arábia Saudita é um país localizado na Ásia, mais precisamente no Oriente Médio. O clima que predomina na região da Arábia Saudita é o árido quente, sendo noventa e cinco por cento do território constituído de desertos. A região não tem lagos ou rios. Por isso, o país sofre com a escassez de água e para suprir essa necessidade realiza a dessalinização da água. A capital do país é a cidade de Riade e a língua falada no território é o árabe. O regime de governo adotado é o de monarquia absoluta teocrática, sua independência foi declarada no dia 08 de janeiro de 1926.

A Arábia Saudita é o país de origem da religião islâmica, por causa disso, milhões de seguidores dirigem-se todos os anos a Medina e Meca, consideradas cidades sagradas. A Arábia Saudita é internacionalmente reconhecida como um país que viola a liberdade religiosa em razão do fundamentalismo islâmico, que não permite a manifestação em público de outra religião. O país tem população predominantemente muçulmana, apenas 8% da população são segue essa religião.

Além de não comerem carne de porco, os habitantes da Arábia não consomem bebidas alcoólicas. Sendo, inclusive, proibido o álcool no pais. A culinária se caracteriza pela utilização das especiarias, das frutas secas e do pão - que sempre acompanha as refeições e serve também como um substituto dos talheres. A internet, um dos principais meios de comunicação do nosso século, não é usada livremente na Arábia Saudita. Nesse país, o acesso à Internet é censurado, tal como acontece em cerca de uma dezena de países que tem governos autoritários.

Os direitos da mulher na Arábia Saudita são muito limitados quando comparados aos demais países do Oriente Médio, sendo considerado o país com mais desigualdade de gênero. As mulheres só puderam frequentar estádios de futebol em fevereiro de 2018, mesmo ano em que o país participa da copa do mundo após doze anos sem se classificar.

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.