Pelo Mundo ESPM na Copa da Rússia – Inglaterra

Especiais

Erivam Oliveira

Pelo Mundo ESPM te leva à Copa da Rússia, com um especial sobre as 32 duas seleções que irão disputar a taça mais cobiçada do mundo. Conheça um pouco desse trabalho no foto-áudio reportagem feito por Guilherme Santiago e orientado pelo Prof. Erivam de Oliveira sobre a Inglaterra.
A Inglaterra, uma das duas mais antigas seleções nacionais de futebol do mundo; juntamente com a Escócia com a qual disputou a primeira partida oficial entre seleções em 1872. A Inglaterra venceu em a Copa do Mundo de 1966 quando derrotou na final a Alemanha Ocidental por 4–2 na prorrogação. A melhor performance em mundiais desde então foi em 1990 quando chegou as semi-finais, terminando na Quarta Colocação.
O Império Britânico quase chegou a tomar conta do mundo. Mas mesmo que isso não tenha ocorrido, é inquestionável o legado da Inglaterra para a humanidade – até os dias de hoje. Vale lembrar que o idioma mais falado do globo é o inglês, uma herança dos britânicos. A nação inglesa também é uma das mais relevantes política e economicamente, tanto que a libra está entre as moedas mais fortes do sistema capitalista.
A Inglaterra corresponde à maior parte dos dois terços sul da Grã-Bretanha. É limitada ao norte pela Escócia e ao oeste pelo País de Gales. A maior parte da Inglaterra é coberta de Colinas, sendo mais montanhosa no norte. Em relação à religião os cristãos já não são maioria na Inglaterra e no País de Gales. De acordo com pesquisa de 2014 publicada no The Guardian, 48,5% dos ingleses e dos galeses disseram não ter religião, quase o dobro dos 25% encontrados no censo de 2011. Os cristãos somavam 43,8%. Em 1983, 44,5% da população identificava-se como anglicana, percentagem que caiu para 19% em 2014. Seguidores de religiões não cristãs representavam os restantes 7,7% em 2014.
A Inglaterra não tem nenhum governo ou corpo de representantes independente do Reino Unido.
A Inglaterra é uma Monarquia Parlamentarista, com um parlamento que possui a autoridade de criar leis e providenciar obras públicas. O chefe de estado tem uma função meramente representativa e diplomática, não possuindo qualquer gênero de poder executivo.
O regime parlamentar implica a existência de um primeiro-ministro que é eleito pela maioria do parlamento.
Uma das quatro principais economias europeias, a Inglaterra é um centro líder de comércio exterior e de serviços financeiros, com o sétimo maior Produto Interno bruto do mundo, com dois trilhões de dólares, inferior apenas aos Estados Unidos, China, Japão, Alemanha.
Londres, a capital, tem sempre alguma novidade para mostrar mesmo a quem já é frequentador assíduo: são mostras especiais nos museus, inovações gastronômicas, estreias na temporada teatral. Ao mesmo tempo, a metrópole valoriza as conhecidas tradições que fazem a alegria de qualquer viajante: dá para andar em um ônibus vermelho de dois andares, tomar o legítimo chá da tarde, curtir a noite em um pub.
Essa combinação entre os costumes do passado e a vida contemporânea, aliás, aparece ainda em outros lugares do país. Manchester, antiga cidade industrial, orgulha-se de seus prédios de arquitetura arrojada, da cena musical e dos times de futebol famosos no mundo todo. Liverpool, também fanática pelo esporte, transformou a velha área das docas em um centro de restaurantes, bares, cafés e lojinhas. Além disso, tem a maior quantidade de museus e galerias de arte do Reino Unido fora de Londres.
A Bandeira da Inglaterra é um dos principais símbolos da nação inglesa, que representa um dos países que formam o Reino Unido. A bandeira só foi oficializada no século XVI, no entanto já aparecia como símbolo dos ingleses desde a Idade Média. O desenho da bandeira da Inglaterra é uma cruz vermelha sobre um fundo branco retangular. A cruz vermelha simboliza São Jorge, o padroeiro da Inglaterra. Inclusive, uma das datas mais importantes na inglaterra é o dia 23 de abril, dia de São Jorge.
Em relação ao futebol, em 2002 a Inglaterra chega mais uma vez as quartas de final e é eliminada pelo Brasil por 2-1 com um gol histórico de Ronaldinho Gaúcho. Em 2010 os ingleses decepcionaram e foram derrotados pelos alemães nas oitavas de final por 4-1.
Nesta copa do mundo, a Inglaterra pertence ao grupo G, junto com Panamá, Tunísia e Belgica. O primeiro jogo acontece no dia 18 de junho contra a Tunísia.

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.