Timothy Allen – fotografou povos indígenas e comunidades isoladas

Especiais

Erivam Oliveira

Conheça no foto-áudio reportagem realizado pelas estudantes Pamela Chiovatto e Rafaela Crespi – estudantes do 2º semestre do Curso de Jornalismo da ESPM-SP, sobre o fotojornalista e cineasta inglês Timothy Allen, orientado pelo Prof. Erivam de Oliveira.

Timothy Allen é um fotógrafo e cineasta inglês de 46 anos, nascido em Tonbridge, Kente, na Inglaterra. Reconhecido desde cedo por seu trabalho principalmente com os povos indígenas e comunidades isoladas em todo o mundo.
Foi logo após se formar na faculdade, Leeds University em Londres, que descobriu seu amor por fotografia, em uma viagem onde passou mais de 3 anos viajando. Aos 27 anos, ele começou um curso de fotografia em Hereford, e para seu primeiro projeto, ele se juntou a um grupo de ajuda para Mostar, durante a luta da cidade para se reconstruir após as guerras jugoslavas, que devastaram o local.
Logo após retornar, foi convidado para seu primeiro emprego como fotógrafo freelancer, no Sunday Telegraph em Londres. Posteriormente, estabeleceu-se no The Independent por 6 anos.
Ganhador de diversos prêmios, como na categoria Travel Photographer of the Year, onde foi ganhador por 6 vezes, e membro do projeto documental Human Planet, da BBC, desde 2009, onde viajou mais de um ano e meio com 4 equipes, cobrindo histórias de caráter humano em mais de quarenta países ao redor do mundo.
Fora isso, foram 6 Prêmios da Editora de Guildas, 19 Elogios do Fotógrafo de Viagem do Ano, incluindo o título geral em 2013, Prêmio Pangea de Excelência no SIPA 2016, 2 indicações nos Prêmios da Prêmio Britânico como Fotógrafo do Ano e Prêmio do Ano do Fotógrafo de Imprensa.
Ao longo desse trabalho na BBC, Allen criou conteúdo para o programa e seus projetos pessoais multimídia, como imagens que foram publicadas em um livro da BBC best-seller, e posteriormente viraram uma exposição, sendo usadas em branding e publicidade.
Além disso, escreveu um blog semanal para a BBC Earth, para acompanhar seu período de trabalho durante o Human Planet. Seu documentário ganhou uma série de prêmios, incluindo dois BAFTAs (Academia Britânica de Artes de Cinema e Televisão) e um Prêmio Emmy, bem como o Prêmio Cultural do ITB Cultural Book.
Nos últimos anos, o foco de seu trabalho continuou a se mover na direção da produção multimídia, levando-o a todos os cantos do globo, de 19.000 mil pés no Himalaia até 40 metros abaixo do Mar da China Meridional, bem como projetos dentro das comunidades em o Ártico, as florestas tropicais e os locais remotos do deserto.
Timothy é um comentarista regular em TV e rádio no campo da mídia e da viagem, e é um orador público experiente que realizou passeios de conferência inspiradores para os gostos da Royal Geographical Society, além de dar apresentações importantes em conferências e eventos corporativos ao redor o mundo.
Ele também administra um pequeno número de oficinas e expedições muito populares para fotógrafos e cineastas que desejam a oportunidade de trabalhar e aprender ao lado dele.
Segundo ele, suas fotografias são muitas vezes muito subjetivas, e gosta de ver o mundo através de olhos excessivamente românticos. Sua intenção não é documentar as culturas desaparecidas para o bem das gerações futuras, a principal motivação por trás de seu trabalho é o desejo de se entender.
Para ele é uma jornada muito pessoal de descobertas, que oferece todas as possibilidades de tornar as pessoas melhores.

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.