42ª Mostra Internacional de Cinema encerra com mais de 300 filmes em São Paulo

Cultura

Luan Fazio

Por Luan Fazio (4º semestre de jornalismo)

 

Aconteceu entre os dias 18 e 31 de outubro a 42ª Mostra Internacional de Cinema, em São Paulo. Durante duas semanas, uma seleção de 336 filmes foi exibida em diversos endereços da cidade, variando desde cinemas, museus e espaços culturais até exibições gratuitas ao ar livre.

Para o evento, essa edição da Mostra contou com seis seções: Homenagens, Restaurações, Apresentações Especiais, Competição Novos Diretores, Mostra Brasil e Perspectiva Internacional. No catálogo, segundo dados da Mostra, foram selecionados um apanhado das tendências do cinema contemporâneo mundial, seja em questão de narrativa, temas e estéticas. Assim como em 2017, o evento também apresentou filmes em realidade virtual.

Julia Morita, aluna de jornalismo na ESPM-SP, acompanhou parte do evento e frisou a importância dos filmes diferentes do comum: “Gostei muito. Os filmes em cartaz realmente me tiraram da zona de conforto dos filmes de padrão americano (sic) que normalmente eu vejo.”. Além disso, Julia também relatou algo que achou interessante sobre as legendas dos filmes: “Uma coisa que achei diferente, mas talvez seja óbvio, já que se trata de uma mostra internacional, é que o filme tinha duas legendas, uma em português e outra em inglês e isso deve ser para o público estrangeiro, para aqueles que não entendem o português nem a língua original do filme quando era diferente do inglês.”

Sofia Aureli, também estudante na ESPM-SP, aprovou a Mostra: “É sempre uma experiência legal porque tem aqueles filmes diferentes dos Blockbusters (sic) ou serviços de streaming. Por fim, Sofia também contou que assistiu a um filme argentino chamado ‘El motoarrebatador’, algo que normalmente não teria escolhido. “Tive a oportunidade de ver filmes diferentes e eu gostei muito disso, apesar de não ter conseguido ver alguns que eu queria”.

 

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.