Orquestra holandesa se despede do Brasil com 50 apresentações gratuitas em 12 dias

Cultura

Administrador

 

A orquestra holandesa Ricciotti Ensemble encerrou a turnê Abraço Brasil no último domingo. (Foto: Ana Carolina F. Cavallini)
A orquestra holandesa Ricciotti Ensemble encerrou a turnê Abraço Brasil no última sexta-feira. (Foto: Ana Carolina F. Cavallini)

Na última sexta-feira (28), a orquestra holandesa Ricciotti Ensemble encerrou a turnê Abraço Brasil que durou 12 dias e passou pelas cidades do Rio de Janeiro, Penedo, Itanhandú, Passa Quatro e São Paulo. O grupo chegou ao Brasil no dia 16 de outubro e realizou, pelo menos, 50 apresentações nesse período.

A orquestra, fundada em 1970 e composta por 42 músicos, toca gratuitamente em diferentes lugares do mundo. Eles se apresentam em escolas, bibliotecas, terminais de ônibus e metrô, pois acreditam que a música clássica deve ser acessível a todos os públicos e que não deve depender de experiências prévias para ser apreciada.

Para a turnê pelo Brasil, separaram um leque extenso de composições. Entre músicas brasileiras e outras criadas há mais de 400 anos, os músicos buscam se conectar com a maior diversidade possível de público, e assim, aumentar o alcance da música clássica.

Em sua última apresentação no Brasil, a orquestra contou com a cantora Ceumar, que os acompanhou durante toda a turnê como solista. Eles lotaram o vão do Masp, na última sexta-feira (28), e, conforme as pessoas passavam pelo local, paravam para ouvi-los. Entre músicas holandesas e clássicas, os músicos fizeram homenagem à cultura brasileira e interpretaram sucessos atuais como Baile de Favela, Bang da Anitta e Sosseguei do Jorge&Mateus, além de sambas e MPB. Assista a um trecho da apresentação da orquestra no vão do Masp ESPM_YOUTUBE_URL.

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.