Leitores do Portal de Jornalismo elegem o “dream team” da NBA dos últimos 30 anos

Geral

Portal de Jornalismo

Lucas Tadeu e Gustavo Zachary (1º semestre) - Com informações da ESPN e NBA (site oficial)

A NBA nasceu da fusão das sub-ligas da época, a mais bem sucedida era a BAA e segunda a NBL, em 1946. A liga foi se aperfeiçoando com regras e tendo suas primeiras dinastias, com jogadores importantes que marcaram época.

Em 1967, a NBA era considerada a liga de basquete mais famosa, no entanto, esse destaque mudou com o surgimento da American Basketball Association (ABA). A disputa entre as ligas era, principalmente, em relação a contratação. Com a rivalidade à flor da pele, a NBA resolveu aumentar o número de equipes para 18, a fim de dar o troco na ABA e suas contratações. Assim, a liga secundária se sentiria acuada.

Em 1976, então, as duas ligas se uniram, mostrando novamente o poder da National Basketball League. E, com tudo isso acontecendo, a NBA já se preparava para expandir seus horizontes para fora dos Estados Unidos. Neste cenário, Boston Celtics e Los Angeles Lakers reacenderam a paixão do esporte com grandes confrontos, rivalidade e o surgimento de estrelas como Larry Bird e Magic Johnson, enfrentando outras que já brilhavam na liga.

Os dois dividiram os holofotes durante a década de 80, conquistando todos os títulos durante os anos de 1980 a 1988 com cinco para os Lakers de Magic e três para os Celtics, de Bird, além de prêmios individuais. Após esse grande domínio, vimos uma nova dinastia surgindo no início da década de 90, com o Chicago Bulls, de Michael Jordan, e vários outros times que ficaram para história da NBA.

Desde o surgimento desses astros e outros que vieram, a discussão que fica é: quem são os melhores destes últimos 30 anos e qual seria o melhor time da história? Para decidir os integrantes do nosso "dream team", o Portal de Jornalismo da ESPM-SP separou cinco astros que marcaram a história da liga em cada posição, e 75 leitores votaram.

 

 

Armador: Magic Johnson

 

Earvin Johnson, mais conhecido como Magic Johnson, foi draftado pelo Lakers em 1979, sendo bem esperada a sua chegada na liga pelo potencial e também pela rivalidade já estabelecida no College, com Larry Bird, que foi para o maior rival dos Lakers, o Boston Celtics.

Durante seu tempo dentro da liga (1979-1981), ele conseguiu números médios expressivos: média de 19,5 pontos, 7,2 rebotes, 11,2 assistências, 52 % de aproveitamento. Conquistou cinco títulos (1980, 1982, 1985, 1987, 1988) e teve prêmios individuais como três vezes MVP (1986-87, 1988-89, 1989-90), três vezes MVP das Finais, 12 vezes All-Star, 10 vezes no time ideal da temporada, eleito para o Hall da Fama.

Sua carreira teve fim quando durante um exame realizado antes do início da temporada de 1991-92, Johnson descobriu que havia testado positivo para HIV. Em uma conferência de imprensa em 7 de novembro de 1991 no Great Western Forum, ele anunciou que estava se aposentando imediatamente do esporte.

 

Ala-Armador: Michael Jordan

Michael Jeffrey Jordan foi draftado pelo Chicago Bulls em 1984. O astro chamou a atenção pela capacidade de pontuar e habilidade nos saltos. Além de tudo, Jordan está no top cinco dos maiores marcadores.

Em sua carreira, a média foi de 30,1 pontos, 6,2 rebotes, 5,3 assistências, 49,7% de aproveitamento. Jordan teve seis títulos ao todo (1991, 1992, 1993, 1996, 1997, 1998), além de ser premiado com cinco vezes MVP (1987-88, 1990-91, 1991-92, 1995-96, 1997-98), seis vezes MVP das Finais, 14 vezes All-Star, 11 vezes na seleção da temporada, nove vezes no time defensivo do ano, 10 vezes cestinha da temporada, Jogador Defensivo do Ano (1987-88), Novato do Ano (1984-85) e eleito para o Hall da Fama.

Antes da temporada 1993–94 iniciar-se, Jordan se aposentou do basquete para jogar beisebol, mas rapidamente voltou às quadras em 1995. Em 1999, anunciou outra aposentadoria, assumindo um posto entre os dirigentes do Washington Wizards. Eventualmente Jordan decidiu voltar a jogar pelo Wizards em 2001, ficando nas quadras até 2003. É considerado por muitos como o melhor da história do basquete e até um dos maiores dos esportes mundiais.

Atualmente, Jordan é o dono do Charlotte Hornets, time da conferência leste.

 

Ala: Lebron James

LeBron Raymone James foi draftado em 2003 pelo Cleveland Cavaliers, uma escolha alto pelo seu grande potencial, e claramente não deixou a desejar. Apelidado de King james, é cogitado como melhor jogador pós Jordan e seus números ajudam esse argumento.

Sua média é de 27,3 pontos, 7,1 rebotes, 6,9 assistências, 49,6% de aproveitamento, ainda podendo mudar pois ainda está em atividade na NBA. Já conquistou três títulos (2012, 2013,2016), além de acumular quatro vezes MVP (2008-09, 2009-10, 2011-12, 2012-13), três vezes MVP das Finais, 11 vezes All-Star, 11 vezes no time ideal da liga, seis vezes no time defensivo do ano, Novato do Ano (2003-04) e cestinha da temporada (2007-08).

Em 2018 se tornou um agente livre. James anunciou sua transferência para o Los Angeles Lakers, com um contrato de US$ 154 milhões válidos por quatro anos.

 

Ala-Pivô: Tim duncan

Timothy Theodore Duncan foi a primeira escolha do Draft da NBA em 1997, pelo San Antonio Spurs, onde atuou em toda sua carreira e teve um impacto imediato no sucesso da equipe. Com média de 21,1 pontos por partida em sua primeira temporada, fazendo a equipe voltar à pós-temporada sendo escolhido o Novato do Ano.

A média na sua carreira dentro da liga foi de 19,3 pontos, 10,9 rebotes, 2,2 tocos, 50,6% de aproveitamento. Acumulou em sua carreira cinco títulos em sua carreira  (1999, 2003, 2005, 2007, 2014) e para sua carreira pessoal foram duas vezes MVP (2001-02, 2002-03), três vezes MVP das Finais, 15 vezes All-Star, 15 vezes na seleção do ano, 15 vezes no time defensivo da temporada.

Tim Duncan se aposentou após a temporada de 2016, depois de 19 anos na liga, sendo um dos três jogadores a ter mais de mil vitórias em temporada regular na carreira e também era o segundo jogador mais bem sucedido na história dos playoffs da liga, com 157 vitórias.

 

Pivô: Shaquille O’neal

Ingressou na NBA sendo draftado pelo Orlando Magic com a primeira escolha geral do draft de 1992. Rapidamente, tornou-se um dos principais pivôs da liga, tendo recebido o Prêmio de Revelação do Ano na temporada de 1993 e conduzido o Orlando Magic às finais da NBA em 1995, feito inédito na história da franquia. Ele foi o jogador que passou por muitas franquias e em todas brilhou, sendo seis no total, Orlando Magic, Los Angeles Lakers, Miami Heat, Phoenix Suns, Cleveland Cavaliers e Boston Celtics.

Em sua carreira, suas médias foram, 23,7 pontos, 10,9 rebotes, 2,3 tocos, 58,2% de aproveitamento. Venceu quatro títulos da liga (2000, 2001, 2002, 2006), além de prêmios pessoais, como, um MVP (1999-2000), três vezes MVP das Finais, 15 vezes All-Star, 14 vezes na seleção do ano, três vezes no time defensivo da temporada.

Shaq, como ficou apelidado, se despediu das quadras após a temporada 2010/2011 e atualmente, trabalha como analista no programa televisivo Inside the NBA, da rede norte-americana TNT.

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.