Novas tecnologias de pagamento nas tarifas de transporte público são testadas em São Paulo

Geral

Portal de Jornalismo

Nikolas Ambrosano e Renan Gabriel (3º semestre)

Testes são feitos em ônibus para pagamentos com cartão de crédito e tecnologia NFC, enquanto linhas de metrô e CPTM implementam compra por QR Code

A prefeitura de São Paulo deu início ao projeto-piloto que consiste no pagamento das tarifas de ônibus com cartão de crédito ou débito. Além dos cartões físicos, o bilhete pode ser comprado com dispositivos que possuem a tecnologia de aproximação conhecida como NFC (Near Field Communication). De acordo com o site da SPTrans, a nova forma de pagamento foi implementada em 12 linhas de ônibus, o que corresponde a cerca de 200 veículos, e será testada durante 3 meses, ou até atingir 500 mil transações.

A semana do dia 16 de setembro, primeira dos testes, foi alvo de algumas reclamações de passageiros, como a estudante Victoria Dominguez, 19, que criticou a pouca circulação de ônibus no final de semana que antecedeu o início da medida. “No sábado e no domingo o transporte ficou muito prejudicado, já que muitos ônibus estavam fora de uso, por estarem colocando essa nova forma de pagamento”.

Victoria também afirmou que durante a semana teve problemas em sua linha (715M- Largo da Pólvora – Jd. Maria Luiza). “Na segunda-feira, os ônibus que estavam em manutenção eram os articulados, que são os que eu utilizo. Com a não circulação deles, havia apenas veículos não articulados na minha linha, e nos horários de pico tinha muita gente para um ônibus daquele tamanho”.

Alguns funcionários que operam nas linhas que fazem parte do plano da prefeitura também questionaram o funcionamento na primeira semana, como é o caso do motorista Marcos Silva, 47 anos. “Na primeira semana estava demorando um pouco mais, pois os passageiros ainda não sabiam direito como utilizar. Agora na segunda já melhorou um pouco, acho que tudo é questão de adaptação”.

Vale lembrar que na semana anterior ao início do projeto da prefeitura, o governo do Estado de São Paulo iniciou uma nova forma de pagamento em algumas estações do metrô e da CPTM, com bilhetes via QR Code. Essa medida está sendo testada em sete estações e terá duração de 45 dias. Para usufruir da tecnologia, existem três opções: Baixar o aplicativo VouD e realizar a compra de créditos (disponível para IOS e Android), comprar o bilhete nas máquinas de autoatendimento das estações (apenas cartão de débito) ou comprar na própria bilheteria com dinheiro.

Mesmo com a primeira semana desorganizada, o pagamento de tarifas de ônibus apresenta estabilidade, e começa a cair no gosto de alguns passageiros. Segundo apuração da Veja São Paulo, cerca de 200 passageiros têm utilizado a novidade por dia, e de acordo com o secretário de mobilidade e transportes, Edson Caram, a ideia é ampliar para todas as linhas.

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.