Palestras discutem formas modernas de fazer Jornalismo

Campus

Portal de Jornalismo

Juan Cuela (1º semestre)

A ESPM-SP sediou na última quarta-feira, 9 de outubro, o Dia do Jornalismo, organizado pelo Centro Acadêmico 4 de Dezembro. Concebido como uma reformulação da Semana de Jornalismo, que teve sua última edição em 2016, o evento contou com duas palestras, cada uma tratando sobre uma maneira diferente de se exercer a profissão na contemporaneidade.

A primeira palestra do dia, com o tema “As coisas mais legais do jornalismo”, contou com as YouTubers Karol Pinheiro e Maqui Nóbrega. As duas se conheceram na redação da revista Capricho - Karol era editora de comportamento e Maqui trabalhava como freelancer. Ao perceberem que a revista estava perto de seu fim, começaram a gravar vídeos para o YouTube e conciliaram as duas ocupações por seis meses. Atualmente, o canal gerido por elas há seis anos possui mais de 1 milhão de inscritos e mais de 100 milhões de visualizações somadas em seus vídeos que tratam de vários temas do cotidiano.

Karol Pinheiro e Maqui Nóbrega apresentando a palestra sobre “As coisas mais legais do jornalismo”

A segunda palestra foi ministrada pelo jornalista Gus Lanzetta. Ele é produtor executivo da Half Deaf, descrita como “a primeira produtora totalmente especializada em podcasts do Brasil”, pertencente à Gomídia, agência que produz conteúdos digitais focados no entretenimento. Possui no currículo passagens em sites e revistas como EGW, IG, G1 e UOL, e faz podcasts há 13 anos. Gus afirma que está ocorrendo atualmente um crescimento desse tipo de mídia tanto em qualidade quanto na maneira como é vista pelo mercado, já que gera cada vez mais lucro e engajamento.

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.