“O jornalismo está em constante mudança”, diz professor de Columbia

Foto certa

Da esq. para direita os professores: Ricardo Gandour, Ernest Sotomayor e Renato Essenfelder Foto: Vivian Lusor

Na última sexta-feira (18), durante uma palestra na ESPM-SP, o professor de jornalismo Ernest Sotomayor, que leciona na Universidade de Columbia em Nova Iorque, nos EUA, explicou que o jornalismo está em constante mudança, por conta da velocidade de mudança do mundo. A conversa, ministrada em inglês, foi mediada por Ricardo Gandour, diretor da rádio CBN, e Renato Essenfelder, ambos docentes da ESPM.

Como exemplo, Ernest explicou a transição dos meios de comunicação e como do jornal, passando pelo rádio e televisão, o mundo passou a consumir informações pela internet, mais especificamente pelas redes sociais. “O que mais muda o jornalismo são as redes sociais como fonte principal de informação, como o Facebook”, explicou.

Durante a palestra, Sotomayor fez uma brincadeira com o público para provar seu ponto de vista. Primeiramente, de maneira bem-humorada, pediu para que levantassem as mãos todos aqueles que se utilizam das redes sociais para adquirir informações, o que quase todos os presentes fizeram. Após isso, perguntou quem se utilizava do jornal ou rádio para informar-se e o resultado foi surpreendente: nem metade do público se manifestou.

Além disso, explicou que o Facebook é atualmente o maior publicador de notícias do mundo, já que nele há mais informações do que qualquer outro veículo. Para tanto, Sotomayor comentou que na internet as notícias vêm até nós no momento que queremos e como queremos, diferentemente dos jornais, rádio ou TV. “Na televisão, você tem que esperar o jornal começar para se informar e, além disso, deve passar por vários temas que talvez não te interessem. Na internet, você pode acessar apenas acessar o que te agrada, de maneira rápida e ler quando quiser”, complementa.

 

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário