Termina troca de folhas de Zona Azul; versão digital rende R$6.5 mi/mês

Zona Azul, cuja folhinha pode ser trocada por dinheiro até hoje. (foto: Guilherme Soria e Lucas de Abreu)

Zona Azul, cuja folhinha pode ser trocada por dinheiro até hoje. (foto: Guilherme Soria e Lucas de Abreu

 

O prazo para troca da famosa folhinha de Zona Azul pelo seu valor em dinheiro termina nesta quarta-feira, 31. O reembolso dado pela Prefeitura é de R$ 4,50 por folha, com limite de troca de 5 talões ou 50 folhas. São 33 pontos de troca, sendo eles em prefeituras regionais e na sede da CET, no centro. O valor reembolsado pode virar crédito em aplicativos da Zona Azul ou ser transferido para a conta bancária. Segundo os dados da CET, entre os dias 21 de novembro e 30 de março, foram trocados 253.703 folhas.

No dia 20 de novembro do ano passado, começou o processo de troca do papel para créditos no aplicativo ou dinheiro. E, desde de o dia 5 de dezembro, a venda é somente feita de forma digital. O valor do serviço custa R$5 a hora. A partir de agora, será possível comprar somente através da Zona Azul Digital. A compra está disponível por meio de aplicativos ou em pontos de venda autorizados pela CET.

A Zona Azul Digital foi implantada em julho de 2016 e alavancou a arrecadação da prefeitura de São Paulo com estacionamentos na rua. Antes, os talões rendiam R$ 850 mil por mês. Agora, o faturamento mensal foi para R$ 6,5 milhões, em virtude da eliminação de fraudes.

Segundo funcionária de uma lanchonete que vende a Zona Azul Digital, na Rua Dona Júlia, Vila Mariana, não houve perda de clientes. Porém, a comerciante reclamou da máquina utilizada para fazer a venda, alegando que a mesma “está sempre fora do ar”. Já funcionários da ótica Paulistana, na Rua Domingos de Morais, disseram que há um grande índice de reclamações dos clientes em relação aos aplicativos para a compra dos créditos, principalmente em problemas para abri-los. “Não lucramos com a venda, mas utilizamos a Zona Azul como chamariz para nosso negócio”, confessam.

Serviço

            Além dos pontos de venda, há vários diversos aplicativos para smartphone credenciados pela CET para comprar os créditos. Veja na lista abaixo:

  • ·         Digipare: iOS, Android e Windows
  • ·         Estacionamento Digital: iOS e Android
  • ·         ParkMe: iOS e Android
  • ·         Ponto Certo: iOS e Android
  • ·         Sampa Zona Azul: iOS e Android
  • ·         SP Cartão Azul Digital: iOS e Android
  • ·         Vaga Inteligente: iOS e Android
  • ·         Zazul: iOS e Android
  • ·         Zona Azul Fácil: iOS e Android
  • ·         4All Zona Azul: iOS e Android
  • ·         Estaciona APP: iOS, Android e Windows
  • ·         Panda SP: iOS e Android
  • ·         Zul – Zona Azul Digital: iOS e Android
  • ·         Pare Azul: iOS e Android

 

 

Por Guilherme Soria e Lucas de Abreu (1° semestre)

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário