Vem aí Lollapalooza 2018, o festival de eventos memoráveis

Cultura

Edson Capoano

O Lollapalooza, um dos maiores festivais de rock alternativo do mundo, surgiu em 1991 como uma turnê de despedida da banda Jane’s Addiction, reunindo artistas de diversos estilos musicais pela América do Norte. O evento ocorreu anualmente até o ano de 1997, sendo interrompido em 1998 após não conseguir fechar contratos com bandas grandes o suficiente para ocuparem a headliner.

Em 2003, o evento voltou a circular pelo continente, entretanto, a edição do ano seguinte foi cancelada devido ao baixo número de vendas dos ingressos. Em 2005, o evento aconteceu em dois dias no Grant Park, na cidade de Chicago. O festival foi um grande sucesso, garantindo um contrato entre a cidade e a Capital Sports & Entertainment, organizadora do evento, para a sua realização durante os próximos seis anos, sendo renovado em 2008.

O festival chegou ao Chile em 2011, saindo pela primeira vez da América do Norte. A primeira edição do evento no Brasil ocorreu em 2012, no Jockey Clube de São Paulo, onde aconteceu até 2013. A terceira edição foi sediada no Autódromo de Interlagos, oferecendo mais espaço disponível para a realização do festival. Acompanhe aqui os momentos mais marcantes do Lollapalooza:

Em 1994, a banda de rock Nirvana estava escalada para ser a atração principal da edição do Lollapalooza daquele ano. Entretanto, em 7 de abril, a banda anunciou sua saída do festival. Um dia depois, Kurt Cobain foi encontrado morto em Seattle, nos Estados Unidos. A banda Smashing Pumpkins assumiu o lugar do Nirvana como atração principal e contou com a participação especial de Courtney Love, esposa de Cobain, que cantou em homenagem ao artista e chegou a pedir um minuto de silêncio pelo marido.

 Na edição brasileira do Lollapalooza de 2016, o Jack Ü, duo composto pelos DJs Skrillex e Diplo, recebeu o MC Bin Laden em seu palco, que cantou o sucesso da época Tá tranquilo, tá favorável. O show, que contou ainda com outros hits brasileiros como Baile de Favela e Nam Nam Não (Veja Só No que Deu), levou o público à loucura.

 Na edição americana de 1995, o público, que enfrentava um dia muito quente em Charles Town, no estado americano da Virgínia Ocidental, se sujava por completo numa poça de lama em frente ao palco onde a banda Pavement tocava. Pessoas insatisfeitas com a performance da banda começaram a atirar bolas de lama e pedras nos artistas. A banda ainda tentou continuar com o show, mas desistiu após o líder Stephen Malkmus ser atingido por uma pedra no peito.

Titi Müller critica DJ israelense ao vivo

 A apresentadora Titi Müller, que cobria o evento ao vivo para o canal BIS durante a edição brasileira de 2017, não mediu palavras para repreender o DJ Borgore. Titi fazia a apresentação do artista minutos antes dele subir ao palco, quando utilizou palavras como machistas e misóginas para descrever as letras de suas músicas. Ela finalizou seu discurso com “Eu gostaria de falar ‘machistas não passarão’ nesse canal, mas vai passar um agora. É isso aí, Borgore. Vai que é tua, querido!”, ganhando grande repercussão na internet.

Marina and the Diamonds cancela show de última hora

Cantora Marina se desculpa com fãs brasileiros através do seu Twitter. Foto: Reprodução/Twitter

 No ano de 2015, a cantora Marina and the Diamonds teve que cancelar seu show no Lollapalooza Brasil após 12 horas de espera por voo que sairia de Nova York. Os fãs só foram informados do cancelamento minutos após as aberturas dos portões do festival e ficaram devastados com a notícia. Marina não chegou a se apresentar naquele ano, mas veio para a edição de 2016 do evento com show enérgico e teatral, como prometido para 2015.

Rage Against the Machine faz protesto contra censura musical

Rage Against the Machine faz protesto contra a utilização do selo Parental Advisory. (Foto: Reprodução/ Festival Sherpa)

 Em 1985 foi instaurado pelo comitê americano Parents Music Resource Center a necessidade de utilização do selo Parental Advisory em produções musicais que tivessem conteúdo explícito de violência, sexo, ou uso de drogas. Durante seu show no Lollapalooza de 1993, a banda Rage Against the Machine protestaram contra esta ação considerada como censura. Os músicos ficaram nus em frente à plateia com fitas pretas em suas bocas e as iniciais PMRC escritas em seus peitos.

Por Marcelo Nogueira (2o semestre)

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.