Crescimento das redes sociais afeta modo de consumir e de fazer TV

edição 06 - televisão - televisão

Antonio Rocha Filho

»»»Há mais de 60 anos a TV nascia. Há dez, surgia o Facebook, maior rede social do mundo. Hoje, o ato de ver um programa de televisão e compartilhar comentários com os amigos na internet se tornou um hábito comum. De acordo com o estudo do eCGlobal “TV Social – Da TV para a Internet”, 86% dos internautas brasileiros gostam de comentar nas redes o que veem na televisão. 

 

Screen Shot 2015-04-02 at 3.55.53 PM

Este fenômeno pode ser chamado de uma “segunda tela”, ou também de “Social TV”, mudando a experiência de ver televisão ao agregar outros recursos midiáticos. Durante a transmissão de um jogo de futebol ou de uma novela, o usuário acaba se conectando às redes e comentando, em tempo real, a programação. Alguns programas, inclusive, interagem com o telespectador (e também internauta) em tempo real, mudando conteúdos conforme o feedback.

O hábito de consumo de diferentes mídias converge progressivamente. De acordo com o Ibope, 43% dos internautas assistem TV enquanto navegam na internet.

Para o jornalista especializado em televisão e diretor da FreemantleMedia Alberto Pereira Junior, “as emissoras estão interessadas no buzz [ruído] gerado pelos comentários nas redes sociais, medindo assim a popularidade de tramas, programas e artistas. As emissoras estão se movimentando muito e aprendendo a lidar com a internet e as redes sociais, fazendo delas aliadas”.

Cada vez mais, as emissoras estão investindo nessa convergência, pedindo que os telespectadores coloquem hashtags e mensagens para que se pronunciem sobre os programas.

Para a jornalista e professora de jornalismo online da ESPM Magaly Prado, as redes sociais “aumentam a informação daquilo que é oferecido, neste caso, o produto da televisão, seja ele qual for, seja uma novela, jornalismo, uma premiação ou até debate. A maior parte dos jovens e adultos estão utilizando cada vez mais desses meios para se sociabilizarem, adquirindo informações de qualidade, atualizando-se”.

Trending Topics

O Twitter tornou-se nos últimos anos local de encontro para opiniões e discussões variadas, colocando em contato milhões de usuários ao redor do planeta. Segundo o estudo da empresa E.Life, de gestão em relacionamento de redes sociais, a grande parte dos Trending Topics (tópicos mais populares) do Twitter tem referências em programas de TV, principalmente nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Os “assuntos do momento” do Twitter são diversos e divididos de acordo com temas como cinema, internet e tecnologia, além de datas comemorativas, eventos, esportes e música.

Magaly Prado acrescenta ainda que  hoje “você assiste uma cerimônia do Oscar, por exemplo, e discorda ou concorda com o que está acontecendo, e aquelas pessoas que te seguem no Twitter conversam com você a respeito disso. Assistindo ao programa Roda Viva, que faz debates, as pessoas vão retuitar o que os tuiteiros do local estão fazendo, complementar isso com comentários ou perguntas. Desse jeito, o usuário está, de alguma forma, interagindo”, explica a professora da ESPM.

As redes sociais se tornaram um complemento na forma de assistir televisão. “Estudos apontam que cada vez mais os telespectadores costumam ver um programa ao mesmo tempo em que comentam sobre ele em seus perfis sociais, que não têm a priori filtro de publicação”, diz Alberto Pereira Júnior.

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.