No Dia da Mulher, empoderamento é tema de websérie e de feministas

Região

Da Redação

Cena da webesérie "Empoderadas", exibida no Dia Internacional da Mulher no Sesc Vila Mariana. (foto: divulgação)
Cena da webesérie "Empoderadas", exibida no Dia Internacional da Mulher no Sesc Vila Mariana. (foto: divulgação)

 

O Sesc Vila Mariana exibirá hoje, às 19h30, a websérie “Empoderadas”, obra das cineastas Renata Martins e Joyce Prado. Os ingressos são gratuitos e a retirada deve acontecer com 1h antes do início do evento, com limite de dois ingressos por pessoa.

A obra discute temas que se referem ao cotidiano da mulher negra, que valoriza a sua beleza e luta para preservar a cultura de suas raízes africanas, além de sua posição perante a sociedade.

Assim como “Empoderadas”, as militantes feministas Isabela Camurça e Mariana Caline, do movimento secundarista Fernão Dias Paes, opinaram à reportagem de “Vila Mariana” sobre a posição da mulher na sociedade atual.

Para Isabela Camurça, a mulher é apagada do cenário público, pois esse cenário culturalmente ainda infelizmente pertence ao homem. “A mulher precisa se empoderar cada vez mais isso porque ela se conscientiza que o mundo social não se restringe ao sexo”

Segundo Mariana Caline, a erotização do corpo feminino é um dos grandes problemas que vitimam a mulher, e acredita que ainda há muitos desafios a serem enfrentados, dentre eles a desconstrução da visão machista de uma sociedade patriarcal e preconceituosa, o que ela julga o mais difícil.

“Precisa haver a produção de dúvidas que nos levem a outras ações e questionamentos. Apenas o questionamento social pode agilizar a igualdade de gêneros”, conclui Isabela, com otimismo.

Por Bruna Masculi (1º semestre)

Deixe Seu Comentário

*Preenchimento obrigatório.